O que é? Para que serve?


A idéia desse blog surgiu quando voltei da viagem ao deserto do Atacama, em Janeiro de 2011. Desde o fim de 2009 fiz postagens no cdfmoto.blogspot.com, criado e utilizado pela Ju e Toni. Como as nossas postagens começaram a ficar 'embaralhadas', optei por compilar os meus também para cá e, quem sabe começar a acrescentar algo mais...

Para que serve? Além de ser um depósito para os meus escritos, a intenção é que sirva para mais alguém curtir e até como fonte de informação para quem for viajar por esses caminhos. De moto ou não.

domingo, 16 de agosto de 2015

Na estrada de Honda Lead 110 cc

Apesar de continuar fazendo viagens de moto (não tantas quanto gostaria), faz tempo que não publico nada aqui. Como não tenho feito nada de 'diferente', não havia muita novidade para escrever. Mesmo assim muita gente tem curtido o viajando de moto no Facebook. Obrigado pessoal!!!
Já fiz muitas viagens de motos pequenas. CG 125, Bros 150, etc. Até de Biz 100 e Burgman 125 já fiz pequenas incursões em rodovias. Ocasionalmente vou para Jaboticabal a trabalho e, como tinha a oportunidade, dessa vez resolvi ir de Honda Lead 110 cc.


Certamente estava inspirado pelo Thiago Muzika, que está fazendo uma viagem de CG 125, saindo de São Paulo até Las Vegas, onde mora. O detalhe é que ele está fazendo isso pelo caminho mais longo, passando por Ushuaia e Prudhoe Bay, no Alaska. A Lead é a moto que uso para meus deslocamentos na cidade, mas ainda não havia saído para rodovias com ela. Ela tem um limitador de velocidade que, com aproximadamente 85 km/h, corta a injeção. Essa era a minha maior preocupação. Imaginava que seria muito pressionado pelos caminhões nas descidas. No entanto, isso não aconteceu nenhuma vez. Toda vez que via pelo retrovisor algum veículo encostava bem à direita da pista, ou saia para o acostamento quando possível, facilitando a ultrapassagem. Apesar de ficar o tempo todo de olho no retrovisor, várias vezes fui surpreendido por automóveis que apareciam de repente e me ultrapassavam.

Outra surpresa foi o consumo. Na cidade ela faz mais de 35 km/L, mas como não podia prever a autonomia levei junto um galão de gasolina para alguma emergência. A primeira média mal passou dos 25 km/L, mas foi 'melhorando' durante a viagem e terminou com mais de 30 km/L. A Lead também está equipada com um para-brisa Givi.



Outra surpresa foi, quando fui pegar a moto no estacionamento do hotel em Jaboticabal, ver o pneu traseiro vazio e com dois furos, atravessado por uma broca. Por sorte havia uma borracharia perto e o Charles Santos fez um ótimo trabalho usando o 'macarrão' (plug), o que me permitiu chegar em casa sem precisar desmontar a roda traseira. Nessa moto isso dá um trabalhão... tem que retirar até o escape...



Na estrada ficava praticamente o tempo todo com o 'cabo enrolado', deixando o limitador cortar a injeção nas descidas, tentando manter uns 80 km/h no plano e durante a ida nas subidas a velocidade caia para 60/65 km/h. Já na volta conseguia subir com um pouco mais de velocidade, uns 70 km/h. Creio que por ser pouco rodada (saí daqui com menos de 3.000 km), acabou 'se soltando' conforme foi rodando. Também deve ter sido esse o motivo da melhoria do consumo.



É possível viajar de Honda Lead? Sim, sem dúvida! Foram 860 km de uma experiência bem interessante, enfim. Mas não há necessidade de repeti-la...



48 comentários:

  1. Muito esclarecedor o texto, parabéns pela coragem de viajar com uma scooter 110cc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Péricles, obrigado. Em algum lugar li sobre um cara dando a volta ao mundo numa Lead... Abração. Otavio

      Excluir
  2. Cara! Eu tenho uma honda Lead e tenho muita vontade de viajar. Você me encorajou! Muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Raniere, comece em trajetos curtos e vá aumentando a confiança.

      Excluir
    2. Valeu meu caro Otavio!!!
      Eu vi o trajeto pela Rio-Santos, e achei muito mais interessante, e com menos velocidade. Pretendo ir daqui de São José dos Campos até Niterói. Tira uma dúvida? Você viajou com um reservatório de combustível, é tranquilo fazer isso? Gostaria de fazer também, para eu ter segurança em autonomia de Gasolina. Como compro esse galãozinho?

      Excluir
    3. Quando fizer minha viagem vou compartilhar contigo!!

      Excluir
    4. Gostaria de comprar e equipar minha "gorduxinha" com o para-brisas. Onde compra-lo?

      Excluir
    5. Comprei o meu pela internet, mas veio de São Paulo. Procure no mercado livre. E fico no aguardo do relato da sua viagem, hein?

      Excluir
    6. Ops Raniere, esqueci de comentar sobre o galão. Levei-o por precaução, já que não fazia ideia do consumo da Lead na estrada. No entanto, se fizer paradas a cada 120 a 150 km (o que dá umas duas horas de viagem), não há necessidade de reserva de gasolina.

      Excluir
    7. o galão que levei é americano. Comprei-o na Argentina, quando fiz a 1a viagem para Ushuaia. Há vários modelos semelhantes aqui no Brasil.

      Excluir
    8. Opa! Blz! Muito grato pela informação! Eu que agradeço, vou fazer isso. Vou viajar com minha gorduxinha!
      Abração fio!

      Excluir
    9. Até comprei um para-brisa bolha pra minha Lead. Vai ficar da hora!!!!

      Excluir
  3. Muita boa essa matéria, Otávio. Você também me encorajou. Pretendo fazer uma viagem de São Paulo para Curitiba no próximo final de semana. Só espero não ter a mesma surpresa sua em relação ao pneu furado. rs

    ResponderExcluir
  4. Muito boa essa matéria, Otávio. Você também encorajou, pois tenho uma lead igualzinha a sua e pretendo sair de São Paulo e chegar em Curitiba no próximo final de semana. Só espero não ter a mesma surpresa que a sua sobre o pneu furado, rs.

    ResponderExcluir
  5. Vai firme Jessica! Só fique bem atenta e assegurando que esteja bem visível aos outros. Esse moça aí abaixo é argentina e já foi até o Alaska numa Biz 100.
    https://www.facebook.com/Belen-y-Filomena-271264826252235/?fref=ts

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que corajosa essa moça. Ir para tão longe assim ainda não tenho coragem rs. Confirmado a minha viagem, quando voltar conto aqui como que foi. Obrigada pelo apoio. Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. estou com muito medo e vontade de fazer o trecho rj-sp com a lead. No urbano tenho muita confiaça nela, mas me preocupam os caminhoes gigantescos passando por mim. Como ela é muito leve, o vento acaba chacoalhando as vezes =/

    ResponderExcluir
  8. Treine em trechos menores e mais tranquilos Ananda. E, se puder, vá acompanhada.

    ResponderExcluir
  9. Sr Otávio. O senhor. Pela. Sua profissão. Pode ter uma moto maior. E mais. Potente não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até tenho uma moto maior e faço sim viagens com ela. Mas não se iluda que um professor é um ser de muitas posses.... pelo contrário.

      Excluir
  10. Valter Martins - Santo André SP

    Já fiz várias viagens curtas, de Santo André até Caraguatatuba, pela rio santos, vale a pena, quem não tiver pressa, recomendo, outras viagens legais que recomendo a todos, é São Roque SP, Atibaia SP e Santos , que são curtas e muito legais de se fazer. Boa sorte a todos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja foi para santos pela imigrantes? Será que da para fazer essa viagem tranquilo?

      Excluir
    2. Oi Nathalia. Não fiz esse trecho de Lead, mas dá sim para ir tranquilo. É só ser bem cuidadosa. Boa viagem!!!

      Excluir
  11. Amigo, primeiramente parabenizo tua iniciativa em compartilhar essa experiência, e, agradece-lo por isso. Tenho duas dúvidas: em relação à eventuais questionamentos de policiais rodoviários sobre pilotar essa moto em rodovia? Por último, estou pesando em visitar a família no RS, com a Lead. Há mais algumas informações importantes, pois de Curitiba até o destino são 700 km; att.

    ResponderExcluir
  12. Olá amigo. Pelo que sei não há na nossa legislação alguma restrição quanto à circulação desse tipo de moto em rodovias. Aliás, deveria sim haver. Quanto à tua viagem: curta bastante! Um olho na estrada e outro no retrovisor. Quando vir algum veículo se aproximando, facilite ao máximo a ultrapassagem. Te sugiro levar um desses sprays de reparo instantâneo de pneus. Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Ameiiii os comentários!!! Moro em sp e vou para o RJ pela rio santos. Bemmmm devagar e parando para curtir. Pretendo ficar um ou dois dias em Angra e depois ir para capital do RJ. Espero que dê tudo certo!! Amo minha motoquinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai dar certo sim!! Aproveite bem o passeio .

      Excluir
  14. Ameiiii os comentários!!! Moro em sp e vou para o RJ pela rio santos. Bemmmm devagar e parando para curtir. Pretendo ficar um ou dois dias em Angra e depois ir para capital do RJ. Espero que dê tudo certo!! Amo minha motoquinha

    ResponderExcluir
  15. Parabens ao autor do blog. Quero adiquiri uma dessas,pois pela crise no pais gasolina so sendo shaike. Pow estarei assim se Deus permitir indo do ES/RJ e 525 km ao destino final meu sonho.

    ResponderExcluir
  16. Nossa e eu com medo de fazer Petrópolis - Xerém! São 27 ida e 24 volta!

    Uma coisa que ta sendo difícil pra mim é achar um corta-pipa, pois todos não fixam por ela não ter guidão.

    É show esse teu parabrisa, quero botar!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê uma fuçada na internet. Tem um que é preso na haste do retrovisor.

      Excluir
  17. Olá Otávio, bom dia!
    Estou saindo amanhã cedo de Ilha Solteira-SP para Goiânia-GO, são quase 700 Km, além da revisão da moto e os cuidados necessários, mais alguma rtecomendação?

    Abraço.

    Quinderé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um olho na estrada e outro no retrovisor e seja feliz!!!

      Excluir
  18. Olá a todos!!! Eu estou a espera do post da viagem de Ilha solteira até Goiânia de Honda Lead. Será que ele foi mesmo? Logo viajo de São José dos Campos a São Paulo e São Bernardo do Campo. Depois Vou ao Rio de janeiro pela Rio-Santos, que há muito já estou me preparando, e ficarei em Niterói uns dias. Retornarei depois pelo Rio-Santos novamente. E compartilharei com vocês, aqui, no blog!!!!!
    Abraço em todos!!!!

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde Otávio, eu sou de São Paulo capital, e tenho família em Londrina Paraná "que para mim é a melhor cidade do Brasil rsrs" gostaria de ir para lá com minha Lead, que você pode me recomendar? É possível ir ? No caso eu iria pela Rod Castelo Branco. Abraço fico no aguardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diego. Dá sim para ir, tranquilamente. Fique com um olho na estrada e outro no retrovisor. Minha sugestão é que você vá por Assis/SP. Tem mais pista dupla e passa menos por dentro de cidades. Boa viagem!

      Excluir
  20. Boa tarde Otávio, muito obrigado pela dica meu amigo com certeza vou
    segui-la. Ah só mais uma pergunta moto paga pedágio na Rod.Castelo Branco ?

    ResponderExcluir
  21. Rapaz... sabe que eu não tenho certeza... Na maioria (os antigos) não, mas há uns novos, né? Esses eu já não sei. Os outros (no resto da estrada), no entanto, moto paga sim. Há vários sites que calculam o preço do pedágio...

    ResponderExcluir
  22. Blz. Otávio....
    E quanto ao conforto...posição de pilotar?
    Como chegou de "Coluna"?

    ResponderExcluir
  23. Olá Carlos, obrigado pelo comentário. Rapaz... costumo dizer que andar de moto é 'terapêutico'. Todas as minhas dores melhoram. E olha que tenho hérnia lombar e até prótese cervical! Agora falando sério: a posição da Lead é bastante confortável, desde que você se lembre de manter a coluna ereta. Já as pernas, por não ter muita possibilidade de movimento, é o que acaba incomodando mais. No entanto, como tinha que parar (pelo menos) a cada duas horas para abastecer, aproveitava para me movimentar. Em resumo, não 'sofri' nada demais com dores.

    ResponderExcluir
  24. Nunca tive coragem de viajar com ás minhas motos

    ResponderExcluir
  25. Olha muito bom seu relato. Viajei com a minha de Colombo/PR a Paranaguá/Pr.
    Peguei rodovia 277 q a velocidade é 110. Fui a 80,85k/h fui bem tranquila.
    Muito boa a moto mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana! E obrigado por compartilhar a tua experiência.

      Excluir
  26. Achei bem legal seu post..Eu tenho uma Honda Lead 110 nunca viajei com ela.

    ResponderExcluir
  27. Olá Otávio,estava procurando aqui na internet experiências de pessoas que fez viagens em Lead e gostei muito dos seus relatos.Eu tenho vontade debir pra Praia Grande SP de Lead eu moro na Capital.

    ResponderExcluir